Saltar cursos disponíveis

Cursos disponíveis

Para que um líder alcance sucesso é necessário que ele combine habilidades técnicas, humanas e conceituais. Os verdadeiros líderes aplicam diferentes estilos de liderança, pois, primeiro ele deve analisar a situação e descobrir os fatores-chave na tarefa, nos colaboradores ou na organização que lhe sugiram o melhor estilo a ser utilizado.

Liderança é a habilidade para influir em um grupo e conseguir a realização de metas. (Robbins).

Baseado no exposto acima, desenvolvemos o Curso "Liderança Focada na Gestão de Pessoas", onde trataremos, de forma dinâmica e motivacional, sobre temas como: Liderança estratégica, poder e influência, estilos de liderança, habilidades e natureza da liderança, gerenciamento da emoções, desenvolvimento de equipe, monitoramento e feedback, gestão de pessoas, alcance de metas, entre outros. Nosso propósito é contribuir para o desenvolvimento de líderes capazes de influenciar positivamente pessoas, levando-as a alcançarem os objetivos organizacionais.

treinamento para sacUm processo de tratamento de reclamações de clientes eficiente e eficaz contribui para a satisfação dos clientes e consequentemente para a reputação da organização num ambiente de alta competitividade.

Neste sentido o papel dos líderes e gestores que atuam em operações voltadas ao recebimento e tratamento de reclamações é fundamental, visto que eles são responsáveis por assegurar que o processo de tratamento de reclamações esteja implementado, assegurando sua difusão, conscientização e a necessidade de manter o foco no cliente.

Para tanto é também imprescindível que os líderes e gestores de SAC mantenham seu pessoal: treinado para o tratamento de reclamações para que possam tratar o cliente de maneira educada e respondam prontamente às reclamações ou direcione para a pessoa apropriada.

Os supervisores de call center devem assumir o papel de verdadeiros gestores de pessoas, visto que um dos motivos que tem contribuído para o alto índice de turnover nesse setor está relacionado à gestão de equipes de operadores.

De acordo com a Associação Brasileira de Telesserviços – ABT, mais de 1,2 milhão de pessoas trabalham em empresas de call center, setor que tem registrado crescimento de 10% ao ano. Em um setor que tem previsão de gerar cerca de 120 mil novos empregos em 2011, em que boa parte da mão de obra é constituída por pessoas de 18 a 24 anos – muitas em sua primeira experiência profissional – e sendo considerada a principal porta de entrada de jovens para o mercado de trabalho, cabe aos supervisores e líderes a difícil tarefa de manter e desenvolver esses novos colaboradores para que possam contribuir para o alcance dos objetivos organizacionais.

Para manter a qualidade e produtividade num ambiente de call center ou contact center é necessário mensurar, principalmente, o desempenho de nossos operadores e agentes de maneira eficiente.

Por tanto a utilização de instrumentos, métodos e ferramentas para monitorar os processos e atividades neste ambiente é imprecindível, assim como fornecer aos envolvidos um feedback adequado com enfase em seu desenvolvimento para o alcance dos objetivos da operação.

Sendo assim, Monitoria e Feedback em Call Center apresenta de forma didática e bem dinâmica a imporatancia da monitoria e feedback para o desenvolvimento de operadores visando o alcance de objetivos da operação e das organizações.

O facilitador do curso Márcio Silva, business consultant training da Corporativa Brasil, abordará temas como “Treinamento como Recurso Estratégico, “Diretrizes para treinamento”, “Definição das Necessidades de Treinamento”, “Projeto e Planejamento do Treinamento”, “Como Avaliação dos Resultados do Treinamento”, entre outros.

O objetivos do curso é fornecer ao participante diretrizes para implementar programas de treinamento de acordo com a norma ISO 10015, 
contribuindo para que os programas de treinamento sejam um investimento e não uma despesa, e que, portanto, deve ser desenvolvido com o objetivo de obter resultados mensuráveis.

 

Para alcançarmos os objetivos da produção industrial e da qualidade necessitamos do engajamento dos colaboradores que atuam no chão de fábrica. 

Porém, para obter êxito nesta difícil tarefa, o papel do líder de chão de fábrica é fundamental, pois, é através dele que podemos envolver as pessoas para o alcance dos objetivos da organização industrial. 

Muitas industrias desatentas sobre a importância do desenvolvimento de líderes para o chão de fábrica, acabam promovendo colaboradores que excelente habilidade técnica, mas com pouca habilidade humana, o que pode comprometer os resultados da produção e da qualidade. 

É fundamental preparar líderes com visão estratégica para conduzir equipes no chão de fábrica de modo mais eficiente e eficaz, envolvendo-os no processo de melhoria contínua.

A Metodologia dos 5S, conhecida por muitos como "Programa 5S" surgiu por volta de 1950, no Japão. Naquela época, a metodologia dos 5S tinha como objetivo combater a desorganização e sujeira das fábricas japonesas após a 2ª Guerra Mundial.


Nesta ambiente de desorganização e sujeira o desperdício era comum, portanto a metodologia dos 5S também foi utilizada para a redução do desperdício nos locais de trabalho.

Em 1991 a metodologia dos 5S é introduzida no Brasil, com a finalidade de otimizar custos com a redução de desperdícios e aumentar a produtividade.

A metodologia dos 5S possibilita o desenvolvimento de um planejamento sistemático de classificação, ordem, limpeza, permitindo maior produtividade, segurança, melhor clima organizacional e a diminuição de desperdícios.